Crítica | Vingadores: Guerra Infinita

Resultado de imagem para vingadores guerra infinita

Vingadores: Guerra Infinita é o resultado pleno do trabalho árduo que o Marvel Studios vem fazendo desde 2008, quando o primeiro filme do Homem de Ferro estreou nos cinemas. O primeiro ponto positivo a ser destacado é a difícil campanha de marketing que o longa teve, uma união de estúdio, diretores e atores foi necessária para que nada de importante vazasse na mídia. Isso deixou toda a imprensa especializada louca, se agarrando a qualquer boato que saia, os fãs, esses corriam atrás dos criadores de teorias. Tudo isso aconteceu porque nem mesmo os trailers e comerciais de TV davam pistas do estaria por vir, sério, vai por mim, os trailers não chegam nem perto de revelar o plot principal do filme.

Outro ponto que merece nossos aplausos é a direção, os irmãos Russo conseguiram entregar um filme cheio de personagens com uma trama e uma história equilibradas que funcionam, cada um tem seu momento para brilhar, cada um tem falas bem construídas e o mais importante, as diferenças entre eles são respeitadas. Claro que em certos momentos temos a impressão que uns aparecem mais que os outros, mas isso não deve ser considerado um erro, em toda trama existem personagens mais importantes que os outros, aqui, Homem de Ferro, Thor e Capitão América são os líderes dos grupos que dividem as cenas de ação distribuídas pelas mais de duas horas e meia de filme.

Imagem relacionada

Mesmo com tantos heróis Vingadores: Guerra Infinita é sobre o vilão Thanos, o titã louco é de longe o grande destaque desse filme, o ator Josh Brolin conseguiu achar um tom para esse vilão que vem sendo esperado desde sua primeira aparição na cena pós-créditos de Vingadores (2012), mesmo coberto por uma maquiagem digital, o ator nos entregou um vilão repleto de emoções com determinações e objetivos claros, o CGI da um show que ao longo do filme eu esqueci que o personagem foi criado por computação gráfica.

Resultado de imagem para vingadores guerra infinita

Mais o que realmente faz Guerra Infinita ser um grande filme é sua trama simples e fluida, os Russo tinham a difícil tarefa de fazer um longa que reunisse tantos personagens diferentes ao mesmo tempo em que comemorassem os 10 anos do Marvel Studios. Eles acertaram porque não perderam tempo explicando coisas, cara quer saber mais sobre os heróis, veja os 18 filmes anterior, aqui, o foco é a saga de Thanos em sua busca pelas joias do infinito e como os Vingadores precisam se unir para tentar impedi-lo.

Imagem relacionada

Muitos são aqueles que estão dizendo que é o melhor filme da Marvel, ou vou além, Vingadores: Guerra Infinita é o melhor filme de super-heróis, dizer isso não sou exagerado se observarmos todo o trabalho que esse filme deu e mesmo assim o resultado foi primoroso, a fotografia é impecável, a trilha sonora é surpreendente, é o primeiro filme dos Vingadores que a trilha sonora faz realmente parte do filme, ela é emocionante e embala cada momento. O que dizer da atuação dos atores, todos estão à vontade em seus personagens e nenhum teve ataque de estrelismo, todos parecem entender que quem merece destaque é a história. Essa que vai dar muito o que falar e vai gerar muitas teorias até maio de 2019 quando Vingadores 4 chega aos cinemas e assim vamos ter a conclusão dessa fase 3 da Marvel nos cinemas.

ExcelenteExcelente

 

Ficha técnica:

TÍTULO  Avengers: Infinity War (Original)
ANO PRODUÇÃO 2018
DIRIGIDO POR The Russo Brothers
ESTREIA 26 de Abril de 2018 (Brasil)
DURAÇÃO 156 minutos
CLASSIFICAÇÃO 12 Anos
GÊNERO Ação, Aventura, Fantasia, Guerra
PAÍSES DE ORIGEM EUA
Anúncios

Vingadores: Guerra Infinita ganhou um novo trailer e um cartaz!

A imagem pode conter: noite

Marvel revelou o novo trailer de Vingadores: Guerra Infinita. O trailer e repleto de cenas inéditas e mostra ainda o vilão Thanos. Veja:

Além do trailer o um novo cartaz também foi revelado:

29258000_1627576133985233_949067822569357312_n

Atualmente as filmagens de Vingadores 4 estão em andamento em Atlanta na Georgia nos EUA e vai contar um elenco gigantesco com todos os personagens que já apareceram nos filmes da Marvel além daqueles que ainda irão aparecer. O elenco inclui mas não se resume à Robert Downey Jr., Chris EvansChris HemsworthElizabeth Olsen, Sebastian Stan , Scarlett Johansson,Chris Pratt , Zoe Saldana , Benedict CumberbatchPom KlementieffTom HollandPeter Dinklage Josh Brolin como Thanos.

Os irmãos Russo os mesmos de Capitão América: O Soldado de Inverno e Capitão América: Guerra Civil assinam a direção.

Vingadores: Guerra Infinita tem estreia prevista para 26 de abril de 2018.

Vingadores: Guerra Infinita | Revista divulga nova imagem oficial do filme!

A revista Total Film revelou uma nova imagem oficial de Vingadores: Guerra Infinita. Na foto podemos ver os heróis reunidos em Wakanda. Veja:

vingadoresguerrainfinita

Atualmente as filmagens de Vingadores 4 estão em andamento em Atlanta na Georgia nos EUA e vai contar um elenco gigantesco com todos os personagens que já apareceram nos filmes da Marvel além daqueles que ainda irão aparecer. O elenco inclui mas não se resume à Robert Downey Jr., Chris EvansChris HemsworthElizabeth Olsen, Sebastian Stan , Scarlett Johansson,Chris Pratt , Zoe Saldana , Benedict CumberbatchPom KlementieffTom HollandPeter Dinklage Josh Brolin como Thanos.

Os irmãos Russo os mesmos de Capitão América: O Soldado de Inverno e Capitão América: Guerra Civil assinam a direção.

Vingadores: Guerra Infinita tem estreia prevista para 26 de abril de 2018.

Assista agora o terceiro trailer de Homem-Aranha: De Volta ao Lar!

 

O terceiro trailer de Homem Aranha: De Volta Ao Lar foi revelado pela Marvel Studios e a Sony Pictures Brasil e novamente o vídeo teve duas versões uma “domestica” para os EUA e uma para o resto do mundo. Assista as duas versões:

Na trama, o jovem Peter Parker/ Homem-Aranha (Tom Holland), que fez sua estreia sensacional em Capitão América: Guerra Civil, começa a navegar em sua recém descoberta identidade como o super-herói disparador de teia em Homem-Aranha: De Volta ao Lar. Empolgado por sua experiência com os Vingadores, Peter volta para casa, onde vive com sua tia May (Marisa Tomei) e sob o olhar atento de seu novo mentor Tony Stark (Robert Downey Jr). Peter tenta entrar de cabeça em sua rotina — distraído pelos pensamentos de provar a si mesmo que pode ser mais do que só o amigão da vizinhança, o Homem-Aranha, mas quando o Abutre aparece como um novo vilão, tudo o que Peter considera mais importante será ameaçado.

Homem-Aranha: De Volta ao Lar estreia em 6 de julho de 2017.

Confira o eletrizante trailer novo de Homem-Aranha: De Volta ao Lar!

Assista ao New Spider-Man: Homecoming Trailer

A Marvel Entertainment e a Sony Pictures Entertainment divulgaram o segundo trailer de Homem-Aranha: De Volta ao Lar. No vídeo cheio de cenas inéditas vemos mais detalhes da trama do filme. Assista:

Na trama, o jovem Peter Parker/ Homem-Aranha (Tom Holland), que fez sua estreia sensacional em Capitão América: Guerra Civil, começa a navegar em sua recém descoberta identidade como o super-herói disparador de teia em Homem-Aranha: De Volta ao Lar. Empolgado por sua experiência com os Vingadores, Peter volta para casa, onde vive com sua tia May (Marisa Tomei) e sob o olhar atento de seu novo mentor Tony Stark (Robert Downey Jr). Peter tenta entrar de cabeça em sua rotina — distraído pelos pensamentos de provar a si mesmo que pode ser mais do que só o amigão da vizinhança, o Homem-Aranha, mas quando o Abutre aparece como um novo vilão, tudo o que Peter considera mais importante será ameaçado.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Homem-Aranha: De Volta ao Lar estreia em 6 de julho de 2017.

Homem-Aranha: De Volta ao Lar | Assista o tão aguardado trailer!

logo

Como prometido a Sony Pictures divulgou o primeiro trailer de Homem-Aranha: De Volta ao Lar no programa Jimmy Kimmel Live e logo em seguida disponibilizou na internet. Não perca tempo e assista:

Versão Americana:

Versão Internacional Dublada:

Versão Internacional Legendada:

Na trama, o  jovem Peter Parker/ Homem-Aranha (Tom Holland), que fez sua estreia sensacional em Capitão América: Guerra Civil, começa a navegar em sua recém descoberta identidade como o super-herói disparador de teia em Homem-Aranha: De Volta ao Lar. Empolgado por sua experiência com os Vingadores, Peter volta para casa, onde vive com sua tia May (Marisa Tomei) e sob o olhar atento de seu novo mentor Tony Stark (Robert Downey Jr). Peter tenta entrar de cabeça em sua rotina – distraído pelos pensamentos de provar a si mesmo que pode ser mais do que só o amigão da vizinhança, o Homem-Aranha, mas quando o Abutre aparece como um novo vilão, tudo o que Peter considera mais importante será ameaçado.

Homem-Aranha: De Volta ao Lar estreia em 6 de julho de 2017

Este slideshow necessita de JavaScript.

Photos: Marvel/Sony Pictures

Crítica Completa | Capitão América: Guerra Civil!

363874Demorei para escrever essa crítica porque não queria expressar a minha opinião sobre o filme no calor das minhas emoções. Então resolvi absolver as reações de várias outras pessoas, ler algumas críticas e ver alguns vídeos para ter certeza que não seria meu lado fã falando. Depois de tudo isso cheguei à conclusão que não se tratava de uma emoção passageira ou euforia de fã, Capitão América: Guerra Civil além de ser um excelente filme da ação e aventura é o melhor filme de super-heróis da história.
A dupla de diretores Joe e Anthony Russo mostraram em O Soldado Invernal que sabem como fazer um bom filme baseado em quadrinhos. Em Capitão América: Guerra Civil a dupla se superou entregando um filmaço de ação, que sabe alternar os momentos explosivos com boas doses de humor e descontração (o famoso padrão Marvel de fazer filmes), se no segundo tínhamos um thriller de espionagem, aqui temos thriller político e psicológico.
Todos sabem que o Capitão América (Chris Evans), e o Homem de Ferro (Robert Downey Jr), nunca compartilharam da mesma visão e opinião daquilo que faziam para proteger o mundo. A rixa entre os dois vem sendo orquestrada desde Os Vingadores, e a cada encontro as diferenças sempre os levavam a uma luta. Guerra Civil mostra o ápice dessas diferenças e os dois entram verdadeiramente em conflito, o problema é que não são apenas eles os afetados, agora os Vingadores é um grupo enorme e o Tratado de Sokovia cai como um raio dividindo a equipe ao meio, aqueles que concordam em agir sob as ordens das nações unidas (Time Homem de Ferro), e aqueles que querem continuar agindo livremente (Time Capitão). Ainda temos a presença do Soldado Invernal, Bucky (Sebastian Stan), amigo do Capitão que entra na história para deixar tudo ainda mais complicado.
Chris Evans finalmente achou o tom certo para o seu Capitão, um soldado fora do seu tempo, que faz de tudo para fazer o que é certo, Robert Downey Jr continua amadurecendo junto com o personagem, a evolução desses dois personagens é notável ao longo dos filmes, agora temos interpretações memoráveis de ambos, os Russo sabem como usar o melhor de cada um, na verdade é incrível como eles conseguiram fazer isso com todos os heróis que estão em cena, cada um tem seu arco completo, eles não estão ali só para fazer volume, cada participação é importante mesmo que pequena.
Além de continuar o universo cinematográfico da Marvel e dar início a fase 3, Guerra Civil tem que expandir os horizontes, assim somos apresentados a dois novos heróis, Pantera Negra (Chadwick Boseman), e o já conhecido Homem Aranha (Tom Holland). O herói africano vem com tudo e sua presença e escolha de qual lado vai ficar é primordial para o desenrolar da trama, Chadwick Boseman incorpora muito bem T’Challa príncipe herdeiro do trono de Wakanda, além de ser o herói lendário do país. A cada aparição do Pantera Negra temos um show do estilo único de luta de T’Challa, as lutas coreografadas são excelentes, sem falar uniforme do Pantera que é simplesmente maravilhoso. Outro mérito dos irmãos Russo é a entrega do melhor Homem Aranha do cinema. Tom Holland dá vida nova ao cabeça de teia de uma forma que nunca foi explorada nos cinco filmes anteriores, tagarela e fazendo piadas o tempo todo, Tom nos mostra um Aranha ainda jovem e imaturo que nem sabe usar suas habilidades direto, ver ele em ação ao lado dos demais é um sonho que se tornou realidade.
Muitos vêm se queixando que o maior erro do filme seja o vilão Helmut Zemo vivo por Daniel Brühl, aqui eu discordo, é preciso ter uma visão mais ampla para entender o que os diretores quiseram passar com essa versão que está tão distante do Barão Zemo dos quadrinhos. Zemo não é um vilão fodão, ele é simples, talvez até demais para um filme dessa magnitude, mais o que ele tem de simples, tem de assustador, Helmut mostra com seu bem arquitetado plano que nem os maiores heróis da Terra estão imunes as emoções humanas, e podem cair em desgraça se não conseguirem controla-las, é preciso entender que esse ainda não é o Barão Zemo, os Russo criaram um novo vilão que pode ser usado futuramente.
Claro que alguns pequenos deslizes existem, o superpoderoso Visão (Paul Bettany), tem pouco espaço, ele chega a sumir durante uma luta, a Viúva Negra parece avulsa em alguns momentos, Scarlett Johansson parece ligar o piloto automático por perceber que sua personagem não vai ter tanto destaque dessa vez. Outra queixa, talvez minha maior reclamação sobre as produções da Marvel é falta de ligações com o resto universo, as séries de TV deviam ter mais espaço, se a ideia era controlar os seres poderosos da Terra, porque os vigilantes de Hell’s Kichten não foram citados, e a ameaça dos Inumanos de Agent of S.H.I.E.L.D, parece inexistentes. Porem nada disso ofusca o brilho de Capitão América Guerra Civil, os irmãos Russo executaram com maestria a difícil tarefa de adaptar um dos arcos mais celebres dos quadrinhos, e conseguiram criar sua Guerra Civil, porque seria impossível recriar com fidelidade o evento das HQs. O efeito 3D é totalmente dispensável, a trilha sonora continua boa.
Capitão América Guerra Civil elevou ainda mais o padrão dos filmes da Marvel, fato que me deixa preocupado porque obriga que os demais longas que estão por vir pelo menos mantenham esse nível. Em 2018 e 2019 temos, Vingadores: Guerra Infinita Parte 1 e 2 respectivamente, que serão comandados pelos irmãos Russo, que já mostraram em dois filmes que sabem fazer com os heróis não aquilo que os fãs querem, mais sim, aquilo que o público gosta de ver.
Avaliação: Excelente

Ficha técnica:

TÍTULO                                                         Captain America: Civil War

ANO PRODUÇÃO                                         2016

DIRIGIDO POR                                             Joe e Anthony Russo

ESTREIA                                                       28 de Abril de 2016 ( Brasil )

DURAÇÃO                                                   147 minutos

CLASSIFICAÇÃO                                         12 Anos

GÊNERO                                                      Ação, Aventura

PAÍSES DE ORIGEM                                    EUA